> Todas as Ciclovias / Ecovia do Cávado e Homem / Ecovia do Rio Cávado
Caminhos de Santiago
Caminho Português da Costa
CÁVADO Ecoroute

A Ecovia do Rio Cávado é uma das duas Ecovias que constituem a Ecovia do Cávado e Homem, projecto abrangente de mobilidade suave, liderado pela CIM Cávado - Comunidade Intermunicipal do Cávado.

O Vale do Cávado, entre Esposende e Amares/Terras de Bouro, apresenta uma escala geográfica e uma cumplicidade territorial que vale a pena explorar, como meio lúdico e de manutenção física - atividades ao ar livre, potenciando aspectos essenciais da saúde pública, do bem-estar e da qualidade de vida de todos, residentes e não só.

O Programa de Ciclovias para a CIM do Cávado, compreende, também, a Ecovia do Rio Cávado, entre a Ponte do Porto (que liga entre si os Concelhos de Amares e Braga) e a Ecovia do Litoral Norte, em Esposende - costa atlântica, na ligação de Concelhos e promoção de valências de mobilidade suave.

Com o lançamento da primeira pedra do Percurso entre a Ponte de Fão e o lugar de Fonte Boa (7 quilómetros), em Outubro de 2016, a Autarquia de Esposende deu o pontapé de saída para a criação da Ecovia do Rio Cávado, numa extensão total de, cerca, de 55 quilómetros.

Os Municípios de Amares e Vila Verde, estão a construir uma Ponte Pedonal sobre o Rio Cávado. Esta nova infraestrutura ciclável, vai ligar as Freguesias de Soutelo e de Lago. O lançamento da primeira pedra de construção da ponte ciclável, coincidiu com o início das obras de construção do primeiro Percurso da Ecovia do Rio Cávado, no Concelho de Vila Verde.

A Ecovia, vai unir os Concelhos de Esposende (Fão - Ecovia do Litoral Norte) e Amares (Goães), atravessando Barcelos, Braga e Vila Verde.

Esta Ecovia, tem a particularidade de poder unir dois Caminhos de Santiago Portugueses, certificados. O Caminho Português da Costa, que atravessa o Rio Cávado na Ponte Metálica de Fão e, o Caminho Português de Santiago, o mais antigo em uso, em Portugal, e que atravessa o Rio Cávado na Ponte de Barcelinhos.

Assim, a Ecovia, que sobe o Rio Cávado pela margem esquerda, Sul, a margem de onde vêm os Peregrinos para Santiago de Compostela, permite que estes, tanto em Fão como em Barcelinhos, possam optar por mudar de rumo, com a premissa que continuam a percorrer Caminhos de Santiago.


Fonte: CIM Cávado - Comunidade Intermunicipal do Cávado
Fonte: Municípios 30 de Setembro de 2022


Brevemente, todos os Percursos estarão online.