1,442km
MEIOS DE UTILIZAÇÃO PERMITIDOS E DISPONIBILIZADOS NESTAS CICLOVIAS
Voltar
Regressar à página das Ciclovias do Parque Mártires do Colonialismo
Caminhada/Caminante/Pedestrian Bicicleta/Bicycle
CAMINHADA BICICLETA
+ Os corredores pedonais do Parque Mártires do Colonialismo, são partilhados com as Bicicletas. Ciclovias bidireccionais.
 
Interdito a Veículos Motorizados/Prohibido para Vehículos Motorizados/Prohibited for Motorized Vehicles
VEÍCULOS
MOTORIZADOS
- Não é permitida a circulação de veículos motorizados.
 
Parque Mártires do Colonialismo Ribeira das Bernardas Espelhos de Água Pontos de Interesse Monumento à Revolta de 18 de Janeiro de 1934 Praça do Vidreiro Estrutura para espectáculos ao ar livre Zonas de Descanso e Estadia
PARQUE RIBEIRA LAGOS PONTOS DE
INTERESSE
MONUMENTOS PRAÇA AUDITÓRIO ESTADIA
Parque Infantil Recinto para desportos radicais Iluminação pública Papeleiras Instalações sanitárias Parques de estacionamento automóvel
PARQUE
INFANTIL
SKATE ILUMONAÇÃO
PÚBLICA
PAPELEIRAS WC ESTACIONAMENTO
+ O Parque Mártires do Colonialismo, localizado no centro urbano da cidade da Marinha Grande, oferecendo diversas valências de lazer, de passeio e desportivas, nomeadamente um conjunto de corredores pedonais partilhados com as Bicicletas, as Ciclovias do Parque Mártires do Colonialismo.

+ A Ribeira das Bernardas, que atravessa a cidade, cria, aqui neste Parque, um conjunto de espelhos de água, locais propícios para a permanência de avifauna.

+ Em todo o Parque, pode encontrar diversos locais de Repouso e Estadia, instalações para actividades infantis, ringues desportivos, um parque para desportos radicais e, ainda, um Auditório - espaço ao ar livre para a realização de espetáculos diversos.

+ Ainda no interior do Parque encontra o Monumento evocativo aos combatentes mortos na Guerra do Ultramar. Na envolvente Norte/Poente do Parque, localiza-se a Praça do Vidreiro e o Monumento à Revolta de 18 de Janeiro de 1934, que evoca os acontecimentos desse trágico dia, onde esta obra pretende homenagear os operários vidreiros, que travaram uma revolta, na tentativa de acabar com as perseguições, a exploração no trabalho, miséria e desemprego, acabando presos vários dos seus autores.

+ O Parque Mártires do Colonialismo está, ainda, apetrechado com iluminação pública e papeleiras.

+ Nas ruas adjacentes ao Parque, encontra várias zonas de estacionamento automóvel e instalações sanitárias.

+ Boas Pedaladas!

04 de Junho de 2021