CÁVADO E HOMEM Ecoroute
75,000 km
Ecovia do Cávado e Homem (CÁVADO E HOMEM Ecoroute)

RIO CÁVADO

(Brevemente)

RIO HOMEM

(Brevemente)

A Comunidade Intermunicipal do Cávado, no quadro da estratégia definida pelo Programa de Ciclovias para o seu território, decidiu em bom tempo, avançar com a construção da Ecovia do Cávado e Homem, que liga a foz do Rio Cávado, em Esposende a Moimenta, no concelho de Terras de Bouro.

Para a CIM Cávado, esta Ecovia representa uma infraestrutura âncora e estratégica na medida em que, para além de ser integradora de todo o território, apela à promoção de um conjunto muito vasto de investimentos que potenciam o aumento da qualidade de vida das pessoas que vivem nos 6 concelhos envolvidos e o crescimento económico e turístico de todo o território.

Assim, a Ecovia do Cávado e Homem é uma infraestrutura intermunicipal que começa em Esposende, na Ecovia do Litoral Norte, atravessa 4 Concelhos - Barcelos, Braga, Vila Verde e Amares e, termina em Terras de Bouro. É constituída por dois Percursos. O Percurso do Rio Cávado (ERC), liga Esposende a Goães, no concelho de Amares, com uma extensão de 55 quilómetros. O Percurso do Rio Homem (ERH), tem uma extensão de 20 quilómetros e, liga a Ecovia do Rio Cávado a Moimenta, no concelho de Terras de Bouro.

Quando estes dois eixos estiverem concretizados, ficarão ligadas por Ciclovias duas importantes áreas protegidas do Cávado, o Parque Natural do Litoral Norte (PNLN) em Esposende, e as portas do Parque Nacional Peneda Gerês (PNPG), sempre ao longo das margens dos rios Cávado e Homem, proporcionando a sua valorização paisagística e ambiental e, potenciando este território em termos turísticos.

A Autarquia de Esposende lançou a primeira pedra do troço Fão - Fonte Boa, em 24 de Outubro de 2016, dando assim o pontapé de saída da construção da Ecovia do Cávado e Homem.

Em Novembro de 2019, o Município de Terras de Bouro começou a construção do troço da Ecovia do Cávado e Homem que atravessa o seu território. A construção teve início junto à freguesia de Gondoriz, na fronteira com o concelho de Vila Verde e vai ligar-se a Moimenta, freguesia que é sede de concelho. Posteriormente, deverá estender-se até Souto, na fronteira com o concelho de Amares.

Fonte: Comunidade Intermunicipal do Cávado
Fonte: Câmara Municipal de Esposende
Fonte: O Minho – www.ominho.pt
Em: 08 de Dezembro de 2019
 
VOLTAR
2008- | ©ciclovia.pt #